Reflexões sobre trabalho e um sistema que nos oprime
8 de abril de 2020
O feminismo nas igrejas protestantes e católicas
28 de abril de 2020

Quando os planos ficam suspensos

“Como é que sabem o que vai acontecer amanhã? A duração das suas vidas é tão incerta quanto a neblina do amanhecer; que aparece por um pouco tempo de agora, mas logo desaparece! O que vocês devem dizer é: ‘Se o Senhor quiser, viveremos e faremos isto ou aquilo’. Caso contrário, vocês estarão vangloriando-se dos seus próprios planos, e uma presunção assim não agrada a Deus e é maligna.” (Tg 4:14-16)


 

Quantos de nós não viram seus planos serem frustrados no último mês? Parece que esse conselho de Tiago nunca foi tão apropriado.

Por mais que saibamos que não temos controle nenhum sobre o futuro, nós fazemos planos. A gente sonha, se programa, marca compromissos, estabelece metas para alcançar em determinado prazo… nada mais humano do que planejar. E isso não é ruim – objetivos e sonhos costumam dar mais sentido à nossa vida. Uma pessoa deprimida não faz planos pro futuro.

Só que há um grande risco quando se fala em planejar: os imprevistos. Eles nos mostram com grande frequência que não temos o controle de tudo e que precisamos reconhecer nossas limitações. Mas a natureza humana tem uma inclinação inata à soberba, por isso temos dificuldade em enxergar isso. E essa é a armadilha escondida por trás de muitos planos: a autoconfiança, o excesso de si. Quando planejamos algo sem submeter à vontade de Deus, estamos usurpando o Seu lugar, confiando tão somente em nós mesmos e desprezando a soberania divina. Por mais ricos, organizados ou obstinados que sejamos, não temos o mais importante: o controle de tudo. E, neste momento, uma tragédia mundial tem servido para nos mostrar isso de forma bem explícita: somos pequenos demais!


Entregar e descansar


Negócios de sucesso, viagem dos sonhos, a tão sonhada casa própria, o novo emprego, a formatura, o curso desejado…. Acho que todos nós, em alguma medida, estamos tendo que lidar agora com a frustração de ter que adiar os planos ou refazê-los por causa da epidemia. Algumas coisas são mais fáceis de abrir mão, já outras não são tão fáceis assim….

Por isso é importante lembrar desse conselho de Tiago que eu trouxe no início do texto. Não para julgar ninguém nem dizer que seus planos não estavam submetidos ao Senhor. Mas para servir de alento. Se por um lado essa epidemia nos lembra que somos “miseráveis, pobres, cegos e nus” (Ap 3:17) e que não podemos confiar em nós mesmos para definir o curso da nossa vida, por outro sabemos que quem cuida dela é Deus. Os planos são dEle. Tem coisa melhor?

Os momentos de crise nos servem como sinais de alerta. É importante rever nossa forma de nos relacionarmos com Deus, sem dúvida. Ele não é um servo que atende às nossas vontades nem um deus que faz barganhas, trocando “bom comportamento” por bênçãos. Até porque não há ninguém na Terra com esse “bom comportamento”, como bem lembra Romanos 3:10 (“Ninguém é justo, nenhum sequer”). Deus é soberano, o futuro pertence a Ele e precisamos lembrar disso a cada plano que fazemos, cada meta que traçamos, cada sonho que batalhamos pra realizar. Tudo só acontecerá se Ele quiser. É isso que não podemos perder de vista, até para deixar bem claro em nossa mente que não somos nada, não temos poder nem mérito nenhum diante dEle. Precisamos reconhecer nosso lugar de insignificância, afastando a arrogância e a soberba que nos levam à perdição.

Reconhecendo o nosso lugar e a nossa impotência, percebemos que não poderíamos estar em melhores mãos do que nas mãos de Deus. Ter um Rei onisciente, sábio e que nos ama cuidando do nosso futuro é a melhor coisa que pode nos acontecer! Ele sabe a hora certa de tudo em nossa vida, sabe do que precisamos e sabe também até onde vai a nossa capacidade de ver nossos planos realizados sem nos perdermos pelo caminho. Quem, sabendo de tudo isso, prefere cuidar de si mesmo a deixar Deus cuidando de sua vida?  Provérbios nos diz que “O homem sonha e faz planos, mas é o Senhor quem realiza a sua vontade” (Pv. 19:21). Que bom! Porque não temos ideia do que seria esse mundo se todos os nossos planos narcisistas, egoístas e míopes fossem concretizados. Graças a Deus que não é assim!

Se você tem planos e está sendo obrigada(o) a esperar agora, não se desespere. “Quem de vocês, por mais que se preocupe, pode acrescentar uma hora que seja à sua vida?” (Mt 6:27). Deus sabe do que você precisa. “Entregue o seu caminho ao Senhor, confie nEle, e Ele agirá” (Sl 37:5). Eu sei que parece clichê motivacional, mas não é. É a palavra de Deus que se cumpre na vida de quem permite o Seu agir. Quando a gente entrega a vida e os planos a Deus, o fardo sobre nossos ombros fica mais leve, porque Ele toma pra Si. Confie na Sua soberania e descanse, porque certamente os planos dEle são melhores que os nossos.




1 Comentário

  1. Camila Nogueira disse:

    Que texto maravilhoso! Obrigada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *